Blog

img3

O Projeto Ippon Social Ano II que oferece gratuitamente aulas de judô a 300 crianças em Dionísio e São José do Goiabal.

 Pelo quarto ano consecutivo, o projeto social que oferece aulas de judô a crianças, entre 4 a 17 anos, gratuitamente, como complemento escolar será mantido até fevereiro de 2020. O projeto é realizado pelo Ajudôu.Org, com o patrocínio da empresa ArcelorMittal, por meio da Fundação ArcelorMittal, viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e apoio das Prefeituras Municipais.

Na última quarta-feira (22), aconteceram as aulas inaugurais do Projeto Ippon Social Ano II com a participação da comunidade escolar e autoridades locais. No evento, foram entregues uniformes, quimonos e tatames para os treinamentos das 300 crianças beneficiadas. Os judocas aproveitaram e fizeram apresentações de técnicas de judô como golpes, quedas e rolamentos.

Além da atividade física no ambiente escolar, o judô proporciona vários benefícios como equilíbrio mental, reforço de caráter, diminuição do estresse, melhora do condicionamento físico, aperfeiçoamento do reflexo, aumento da capacidade de concentração e memorização. “Sou a prova de como o judô contribuiu diretamente na vida dos nossos alunos. Eles estão mais disciplinados e concentrados em sala de aula”, conta Ana Maria Ferreira Lana, Diretora da Escola Municipal Dr. Gomes Lima, núcleo de Dionísio.

Em cidades tão pequenas, o Projeto Ippon Social Ano II vai além do complemento escolar, sendo a única opção de esporte especializado para as crianças. Lucinete Duarte (2° Foto), moradora de S.J Goiabal, mãe do judoca Theo Henrique Duarte, de 9 anos, não hesita na hora de contar como o judô mudou a vida do seu filho. “Ele ficava o tempo todo no celular, estava acima do peso e reclamava de dor nas pernas. No judô ele faz atividade física com compromisso, não gosta de faltar. Ele chega em casa depois de gastar energia na aula e prefere conversar com a gente a ficar no celular”, destaca.

Em Dionísio, os reflexos das aulas da arte marcial também já são notados nas famílias. Ariana Silva (1° Foto), conta que seu filho Artur Viniciu Silva, 10 anos, mudou muito de comportamento após virar judoca, “Por causa do projeto, o Artur fica menos na rua e mais no tatame. Ele faz questão de ir para a aula no horário certo. O judô só ajuda”, declara a mãe orgulhosa.

Novidades no Ippon Social II

Nesta edição do projeto, o atendimento foi expandido para estudantes da pré-escola (até 5 anos) e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de São José do Goiabal. Para a Diretora da Apae, Rosinha Severino, o judô tem mudado a vida de seus alunos. “Existem exercícios que eles fazem exclusivamente nas aulas de judô. Para se ter uma ideia, antes eles tinham dificuldade de fazer rolamentos simples. Hoje, eles já fazem. É notável como impactou o domínio corporal deles”, conta Rosinha.

Vagas Abertas

Ainda restam vagas abertas nos dois núcleos do Ippon Social Ano II. Para participar, basta procurar a secretaria da escola e cumprir os requisitos estabelecidos como estar matriculado na escola e faixa etária.

Núcleo Dionísio – Escola Municipal Dr. Gomes Lima: (31) 3858-1194

Núcleo S.J Goiabal – Escola Municipal Manuel Lúcio de Morais (31) 3858-5202

Sobre o Ajudôu.Org

O Ajudôu é uma Organização não Governamental, reconhecida pela utilidade pública nas esferas municipais e estadual. Foi fundado em 1995, em Timóteo-MG, e já atendeu mais de 23.000 crianças e adolescentes com aulas de judô e outros esportes gratuitamente. Atualmente, o Ajudôu está presente em mais de 20 cidades mineiras.

Deixe um comentário